18.300.000 resultados do google tentam explicar o que é o tal Employee Value Proposition. Parte crucial da estratégia de Marca Empregadora de qualquer empresa, o EVP ganhou ar místico, se tornou um conceito complexo e, em alguns casos, virou frase de efeito.

Vou tentar compartilhar nesse artigo algumas ideias básicas sobre o tal EVP e a construção do mesmo.

Afinal, o que é o EVP? Em tradução livre Employee Value Proposition é a proposta de valor ao empregado, ou seja, o que você, como empresa, tem para oferecer aos talentos.

Ainda não ficou claro? O EVP é o conjunto de atributos que fazem de sua empresa um lugar atrativo para trabalhar. Mais que isso, são os atributos que, unidos, tornam sua empresa única.

Employer Branding é um processo que envolve toda a organização, e a construção de EVP não pode ser diferente.

O que constrói um bom EVP?

Único e intransferível

Ser única é uma das características mais importantes de sua proposta de valor. É exatamente por isso que frases de efeito e clichês não são eficazes, qualquer empresa pode se identificar com elas. Pense nas razões principais pelas quais seu time decidiu estar com você: é nessa união única de atributos e características que você encontra seu EVP.

Honestidade

Proposta de valor é aquilo que você é, não o que gostaria de ser. Pautar sua marca numa ilusão cria dois grandes problemas: desmotivação do time e alto turnover. A boa EVP reflete de forma concisa o que você tem para oferecer de melhor, é por isso que o processo de Employer Branding precisa estar totalmente conectado com suas práticas de RH e cultura.

De dentro para fora

Employer branding não é propaganda. Marca empregadora se constrói de dentro para fora. O influencer mais importante é seu próprio colaborador, afinal, é ele que vivencia e dissemina a realidade sobre trabalhar em sua empresa. Para garantir a honestidade de seu discurso, ele precisa refletir o que as pessoas vivem e sentem no dia a dia.

Nos próximos artigos, vamos pensar mais sobre a construção de Employee Value Proposition e quais os pontos críticos para uma estratégia efetiva.