Já parou para pensar o porquê você compra de uma marca?

Quando buscamos por um produto nos atentamos aos requisitos que buscamos: qualidade do produto, experiência de compra, atendimento ao cliente, garantias que oferece, benefícios e outros.

Isso tudo é construído pela reputação da sua marca que é feita de experiências durante todo processo. E assim é com Employer Branding, ou marca do empregador. A reputação de seu EB é a experiência das pessoas, antes, durante e depois. Com isso temos 3 etapas: candidato(a), colaborador(a), embaixador(a) ou detrator(a).

Começa em qualquer primeiro contato com sua marca: página de carreiras, histórias que você conta, o hunting que você entrega, experiência do candidato(a), feedbacks do processo… até o momento que vivem sua cultura, constatam seu discurso e literalmente colaboram para sua marca. Dentro disso podemos encontrar o alinhamento discursivo de EVP (Proposta de Valor do Empregador) o que torna os atributos de sua marca única, e torná-lo genuíno na vivência como pessoa colaboradora, agregando propósito e criando algo real.

A experiência não depende só do time de atração alinhado, página de carreiras atrativa ou do “RH”. A responsabilidade sobre a reputação e experiência depende de todos(as), papéis executores, líderes e qualquer um(a) que faça parte da companhia, todos engajados para contar uma única história, a verdade sobre quem sua marca é no dia a dia das pessoas!

Alguns dados que mostram porque é importante tratar Employer Branding como uma estratégia de negócio consistente:

  • 55% das pessoas consideram a marca do empregador antes de considerar uma proposta (Page Personel);
  • 62% das empresas já entendem o que é Employer Branding (Employer Branding Brasil);
  • 94% dos brasileiros acompanha a reputação de uma empresa;
  • 62% consideram a cultura fator mais relevante que o salário na hora de tomar qualquer decisão (Randstad).

E qual a relação de Employer Branding com Atração de Talentos?

Benefícios que uma boa estratégia de EB pode trazer para seu processo de Atração e Seleção:

  • Time de Atração e Seleção com discurso alinhado comunicando os objetivos e cultura da empresa de forma assertiva;
  • Maior probabilidade do seu hunting funcionar ao contatar possíveis talentos (qual sua taxa de conversão?);
  • Frequência de comunicação da sua marca torna a empresa mais evidente para o mercado e consequentemente mais atrativa;
  • Raciocínio estratégico entendendo seus pontos fortes e as dores de suas pessoas candidatas na experiência com seu processo (implementou um NPS de atração e seleção?);
  • Processos com maior SLA e redução do tempo de fechamento e custo por talento;
  • Redução de Turnover;
  • Construção de Pipeline de Talentos;
  • Maior assertividade na atração de talentos alinhados à sua cultura;
  • Divulgação orgânica e reconhecimento de marca empregadora (Brand Awareness);
  • Evolução na atração de vagas específicas.

A reflexão que fica é, você não pode fazer EB pensando somente na comunicação da sua marca, atração sozinha pode até funcionar (mas não a longo prazo), e certeza que o processo tende a ser mais complexo e difícil para o seu time de Recrutamento. Precisamos mudar o mindset e entender que esse processo tem que ser feito pensando também no longo prazo, construindo dia a dia e de forma 360°.

Igor Antunes
Por Igor Antunes

Formado em Psicologia em 2019, e trabalhando há 2 anos com Atração e Seleção de Talentos. Comecei minha carreira com recrutamento para tecnologia e tenho passagens por consultoria e empresa de Tecnologia, agora assumo um novo desafio como Analista de Employer Branding Pleno na Contabilizei, uma startup que está em crescimento acelerado.

Ao decorrer desse tempo descobri minha paixão por comunicação e marketing, então conheci Employer Branding, foi o match perfeito, unindo expertises de recrutamento e aprendendo cada vez mais sobre essa estratégia que traz inovação em prol do negócio!

O propósito é gerar escalabilidade a favor das necessidades da empresa como empregadora, experiências verdadeiras e positivas para as pessoas em contato com valores, cultura e tudo que envolve reputação de marca.